Covid-19: prefeito cita 'situação descontrolada' e anuncia que haverá tolerância zero contra aglomerações em Piracicaba

  • 13/01/2021


Administração alerta sobre risco de colapso do sistema de saúde e quer se antecipar a festas clandestinas e intensificar fiscalizações contra quem descumprir a quarentena. Reunião do prefeito Luciano Almeida com representantes de forças de segurança e Vigilância Sanitária Divulgação/ Prefeitura de Piracicaba O prefeito de Piracicaba (SP), Luciano Almeida (DEM), citou que a "situação está descontrolada" em relação à pandemia de coronavírus em Piracicaba (SP) e anunciou "tolerância zero" contra aglomerações na cidade. Veja o boletim atualizado da pandemia nas cidades da região O anúncio ocorreu em reunião realizada nesta terça-feira (12), mas foi divulgado nesta quarta (13). O encontro foi com integrantes da Guarda Civil Municipal (GCM), polícias Militar e Civil e representantes do Centro de Vigilância em Saúde (Cevisa) para a criação de uma força-tarefa a fim de coibir o desrespeito aos protocolos de prevenção à Covid-19 por parte de proprietários de bares, restaurantes e demais estabelecimentos comerciais, bem como definir ações contra festas clandestinas. Flagrante de forró com casais sem máscara na Vila Rezende, em Piracicaba Reprodução/EPTV Segundo a administração municipal, a ordem é intensificar a fiscalização, interdição e, se necessário, o fechamento dos estabelecimentos que insistirem em não respeitar os protocolos oficiais de restrições municipais e da Fase Amarela do Plano São Paulo, na qual a cidade se enquadra hoje. “Vamos agir com tolerância zero. Vamos monitorar e não admitiremos desobediências", afirmou o prefeito, em nota oficial. Campinas e Piracicaba têm festas com desrespeitos às regras da pandemia no fim de semana Reincidência Segundo a administração, "muitos estabelecimentos comerciais", como bares e restaurantes, já foram notificados e até multados, mas insistem em realizar sua atividades sem o respeito aos protocolos sanitários. O governo municipal reforçou que as festas clandestinas costumam reunir centenas de jovens e seus organizadores não têm autorização para a realização dos eventos. "Aqueles que insistirem em desrespeitar, serão punidos exemplarmente, inclusive com interdição e lacre do estabelecimento, se necessário. Os organizadores destes eventos clandestinos responderão administrativamente e poderão também ser responsabilizados criminalmente pelos seus atos”, afirmou a coordenadora do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest) e representante do Cevisa, Clarisse Aparecida Bragantini. Idosos se aglomeram em forró em Piracicaba Antecipação às festas De acordo com representantes da PM e Polícia Civil, todos os esforços de agora em diante serão feitos para se antecipar à realização das festas clandestinas, conscientizando seus organizadores da gravidade da situação. “A falta de responsabilidade de seguimento da sociedade poderá levar a uma situação insustentável e o município não terá capacidade para dar suporte ao crescimento absurdo dos indicadores da Covid, que estão a cada dia piores”, alertou o prefeito. "A situação está descontrolada e muito séria, pois o município está registrando aumento constantes de contágio e de ocupação de leitos hospitalares. Se a situação persistir, poderemos não ter mais leitos para aqueles que precisam de atendimento hospitalar" concluiu. Veja mais notícias da região no G1 Piracicaba

FONTE: https://g1.globo.com/sp/piracicaba-regiao/noticia/2021/01/13/coronavirus-prefeito-cita-situacao-descontrolada-e-anuncia-tolerancia-zero-contra-aglomeracoes-em-piracicaba.ghtml

Aplicativos


Locutor no Ar

Vega Web Rádio

O Melhor do Flash Back

00:00 - 23:00

Peça Sua Música

Nome:
E-mail:
Seu Pedido:


Anunciantes